CUIDADOS E TRATAMENTOS CAPILARES | Quer deixar o cabelo forte e saudável no dia do casamento? Confira dicas da dermatogista Dra. Renata Zac

Olá, queridos!
Todo mundo sabe que cabelo molda o rosto e, principalmente no caso das mulheres (mas não menos importante para os homens), como faz diferença ter madeixas sempre bonitas e saudáveis.
Semana passada fui convidada pela dermatologista, Dra. Renata Zac, para um bate-papo sobre cuidados e tratamentos capilares na clínica Attento, aqui em BH. Foi um encontro muito bacana e eu vou compartilhar aqui com vocês, afinal o assunto é interessante para todo mundo, inclusive para os noivos de plantão arrasarem no grande dia.
cabelos_saudaveisCuidar bem dos cabelos é um hábito que vai muito além da busca pela beleza dos fios. É uma questão de saúde. Isso porque a vitalidade do couro cabeludo é fundamental para garantir que os cabelos sejam fortes e saudáveis. Assim como qualquer outra parte do corpo está sujeita a problemas, existem aqueles que acometem o couro cabeludo e podem ser causados por várias condições, entre elas, fatores ambientais e genéticos. Herança genética, má qualidade de vida, alimentação deficiente, doenças sistêmicas e estresse são os principais responsáveis pela maior parte das tricoses, como são chamadas as doenças que atingem essa parte do corpo tanto nos homens quanto nas mulheres.
A queda de cabelos, ou calvície, é uma queixa bastante frequente nos consultórios dermatológicos. “É um problema comum e progressivo e, em muitos casos, requer tratamento prolongado. As causas são diversas e podem estar relacionadas a diversos fatores, sejam eles patológicos ou psicológicos. Porém, o mais importante é procurar ajuda especializada quando o problema aparecer. Dessa forma, o problema quase sempre é contornado”, explica a dermatologista Renata Indelicato Zac, diretora técnica da clínica Attento e especialista em doenças dos cabelos e couro cabeludo.
Entre os principais problemas que levam à calvície estão as causas hereditárias, problemas nutricionais e/ou hormonais, danos causados aos cabelos, alguns medicamentos e tratamentos de saúde, distúrbios psicológicos, doenças e causas naturais. “São múltiplos os fatores que levam ao problema, sendo a hereditariedade e o envelhecimento as mais comuns. Mas, há, também, a queda proveniente de problemas de saúde como a psoríase, alopecia androgenética, hipotireoidismo, anemia, dengue e aquela causada por alguns medicamentos como antidepressivos, quimioterápicos, betabloquadores e até vitamina A”, completa Dra. Renata.
Porém, a boa notícia é que com o avanço da medicina grande parte dessas causas podem ser tratadas com um resultado bastante positivo e satisfatório. Um dos recursos usados pelos dermatologistas para identificar o problema é a tricoscopia, um exame rápido, não invasivo e indolor feito no consultório, que tem o objetivo de estudar o couro cabeludo e a haste capilar. “É um fotovideodermatoscópio que aumenta de 20 a 70 vezes e permite o estudo microscópico das hastes pilosas e do couro cabeludo, possibilitando uma análise comparativa das diferentes áreas e determinando os locais de comprometimento capilar e sua intensidade”, esclarece a dermatologista e tricologista.
Segundo ela, o exame é indicado para todo paciente com queixa de queda de cabelo e/ou alterações do couro cabeludo e pode ser usado tanto no diagnóstico, quanto na indicação adequada do tratamento, bem como na sua avaliação de resposta. Um tratamento indicado é a microinfusão de medicamentos no couro cabeludo. São feitos pequenos furinhos no couro cabeludo para penetração de ativos medicamentosos, gerando, assim, a formação de novos fios de cabelo.
:: Principais doenças:
– Psoríase e dermatite seborreica: caracterizada por surtos recorrentes de descamação no couro cabeludo;
– Alopecia cicatricial: doenças inflamatórias como lúpus eritematoso e líquen plano causam a destruição dos folículos pilosos e formação de área de cicatriz.
– Alopecia androgenética: por influência genética e hormonal, os cabelos nascem cada vez menores e mais finos. Contribuem para a doença: anemia, alterações da tireóide, estresse, radiação solar, fumo, perda de peso, escovas progressivas e alisamentos. Existem medicações capazes de bloquear o processo.
– Alopecia areata: doença autoimune de causa desconhecida, ocorre um mecanismo exagerado de defesa no organismo e as células atacam os cabelos. Pode melhorar espontaneamente ou ser resistente e recorrente. Os tratamentos visam reduzir a defesa.
:: NOIVOS | Cuidados para ter o cabelo forte e saudável no dia do casamento:

– É recomendável fazer primeiramente uma consulta para avaliar a saúde do couro cabeludo e dos fios e, em seguida, dar início ao uso de produtos corretos e adequados a cada caso (shampoos, condicionadores, máscaras, cremes de pentear, reparador de pontas, etc);

– Em casos de doenças, os primeiros sinais e sintomas de problemas incluem cabelos ralos, perda de volume, cabelos finos, muitos fios no travesseiro ou pelo chão (o normal é em media perder até 100 fios diariamente), cabelos quebradiços, porosos, sem brilho e coceira ou ardor no couro cabeludo. Esse quadro recomenda-se procurar um médico com antecedência para tratar e ter bom resultado à tempo, pois os resultados começam a aparecer após 4 a 6 meses de tratamento, sendo ideal  pelo menos 1 ano.

– Fazer um programa de tratamento capilar um mês antes do casamento deixa os fios saudáveis, bonitos, brilhantes, sem frizz no grande dia. Caso os fios estejam muito secos, porosos e sem vida, é melhor procurar um médico e iniciar um tratamento adequado.

– Se a noiva programar de fazer algum tipo de química é muito importante ter cautela no uso de relaxamentos e tinturas pela primeira vez e principalmente próximo a data do casamento. Vale destacar também que esses tratamentos precisam de pelo menos 15 dias de espaço na aplicação entre eles.

– Outro cuidado importante para evitar quebra dos fios na aplicação de química no cabelo é a necessidade de saber qual produto foi utilizado, pois existe incompatibilidade de algumas substâncias e em caso de troca de cabeleireiro deve-se informar ao profissional.

– Uma curiosidade, cortar cabelo não altera a velocidade de crescimento dos cabelos.

– E no mais, a recomendação é relaxar durante o período de planejamento do casamento, pois o estresse piora todos os tipos de queda de cabelos. Noivos devem curtir o momento, beber muito liquido, cuidar da alimentação e fazer exercícios.

fullsizerender-2


dra

Sobre Renata Zac
é formada pela UFMG, Especialista em Dermatologia (Residência na Santa Casa de BH), Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Certificada em diversos cursos nas áreas de Estética, Cosmiatria e Laser e também em Doenças dos Cabelos e Couro Cabeludo.

clinicalwww.clinicaattento.com.br
R. Pium-Í, 775, Anchieta – Belo Horizonte – MG
(31) 2535 7070 / 3297 5505

 

Deixe uma resposta